Follow

As Habilidades Profissionais do Futuro

As inovações tecnológicas trouxeram grandes mudanças ao mundo do trabalho, houve um grande deslocamento do centro de gravidade econômico das empresas de produção de “coisas” para empresas de computação, biotecnologia, telecomunicações, sistema financeiro e muitas outras baseadas em dados.

A informação tornou-se o principal produto e fonte de riqueza.

O capital estratégico dessa nova economia é o conhecimento. Empresas cujo produto é a informação possuem uma cultura corporativa diferente de uma empresa “tradicional”. Caracterizam-se por uma forma de administrar não hierárquica, as pessoas que produzem ideias são muito valorizadas e há um ambiente intelectual que lembra mais o de uma universidade. 

Na economia do conhecimento as atividades profissionais não se referem apenas a adquirir conhecimentos técnicos na esperança de conseguir superar a inteligência das máquinas, pelo contrário, estão relacionadas a desenvolver habilidades humanas que podem ser aplicadas a quaisquer contextos de trabalho.
Segundo um relatório elaborado pela Organização das Nações Unidas (ONU), existem habilidades essenciais para o profissional do futuro, como criatividade, empatia, pensamento crítico, inteligência emocional, liderança, entre outras.
Além de entender quais são e o que são, é preciso aprender como desenvolver essas habilidades, pois além de essenciais no aspecto profissional, são fundamentais para qualquer ser humano, a seguir apresentamos algumas delas.

Criatividade
Pessoas criativas têm formas de pensar e agir diferentes, gostam de imaginar, conceber alternativas e estar abertas ao novo, tendem a ser visionárias no sentido de antecipar futuras tendências e possibilidades. Essas características podem ajudar a resolver problemas e desenvolver estratégias de inovação. O famoso “pensar fora da caixa” se aplica muito bem como exemplo dessa característica.
A criatividade pode ser estimulada através da busca por experiências novas, leituras diversas, cursos sobre diferentes interesses, viagens para conhecer novas pessoas e culturas. Anotar insights (boas ideias) e conviver com pessoas criativas também são ótimas dicas.

Empatia
A empatia é, sem dúvida, uma das características humanas mais em falta nos dias de hoje e refere-se à capacidade de se colocar no lugar do outro para tentar compreender o porquê de uma pessoa pensar e agir de determinada maneira.
Ser empático vai na contramão de comportamentos preconceituosos e atitudes como pré-julgar, falar mal, prejudicar e não aceitar as diferenças.
Para exercitar a empatia, comece a observar o comportamento das pessoas, deixe-as confortáveis para expressarem o que sentem e o que pensam e demonstre interesse por elas, de forma a criar um relacionamento afetuoso.

Pensamento crítico
O pensamento crítico é a capacidade de analisar uma questão qualquer de maneira racional e com certo distanciamento pessoal, ou seja, impedindo que seu modo de pensar e suas crenças influenciem em sua deliberação sobre algo.
Para desenvolver essa habilidade é preciso escutar com atenção, tentar entender o porquê das coisas em um sentido amplo, analisar os diferentes aspectos de uma questão e só depois de muita reflexão, propor soluções.
O pensamento crítico também exige raciocínio lógico, essencial para resolver problemas e desenvolver argumentação. Também é preciso ser autocrítico, ou seja, refletir sobre si mesmo, reavaliar suas concepções e atitudes e, quando necessário, mudar.
Exercitar o pensamento crítico exige uma postura questionadora diante da vida, não aceitar as coisas apenas porque sempre foram assim.

Inteligência emocional
A inteligência emocional envolve a habilidade de perceber e avaliar as emoções das pessoas, bem como avaliar, regular e expressar as próprias emoções; esta habilidade facilita as interações sociais e também o pensamento e o crescimento intelectual.
A inteligência emocional permite ao indivíduo avaliar contextos e buscar melhores opções quanto ao pensar e o agir. Nesse sentido está muito relacionada à resiliência, à perseverança e à adaptabilidade, ou seja, ser capaz de aplicar as aprendizagens e experiências a novos contextos, de abrir mão do que está superado e aprender o novo, de recuperar-se rapidamente das frustrações, de vergar e não se quebrar, ou seja, de lidar com as incertezas encontrando segurança dentro de si.
Desenvolver a inteligência emocional requer um treino diário de se perceber e perceber o outro, observar e analisar situações sociais e relacionais para aprender a lidar com conflitos e buscar entendimentos.

Liderança
A concepção de liderança passou por uma grande mudança, ser líder envolve inspirar e conduzir pessoas, significa empoderar seus liderados auxiliando-os a desenvolver o que têm de melhor.
Esse novo estilo de liderança tem como cerne a empatia e a visão estratégica de unificar o trabalho em equipe em torno de objetivos coletivos.
Para tanto é importante que o líder seja capaz de reconhecer capacidades e talentos e também encorajar os membros da equipe a promover capacitação quando se fizer necessário.
Dar e receber feedbacks com o objetivo de reconhecer e promover o desenvolvimento de habilidades, assim como apresentar novos desafios e aprendizagens aos seus liderados também são capacidades importantes.
Saber se comunicar bem, entender as mensagens ditas pelos outros de forma verbal e gestual, facilitar a interação e mediar conflitos na busca do consenso são aspectos essenciais para um bom líder.
Envolver-se em atividades grupais desde cedo pode auxiliar muito o desenvolvimento da liderança, que pode começar no contexto escolar, esportes ou qualquer contexto que envolva atividades coletivas.
Na economia do conhecimento tornou-se tão relevante desenvolver as habilidades humanas abordadas neste artigo quanto adquirir conhecimentos técnicos, pois poderão ser aplicadas em diferentes contextos e profissões.

Fontes:
BRIDGES. Um mundo sem empregos. São Paulo: Makron Books, 1995.
ECHOS. Habilidades e profissões do futuro: Como se preparar, 2018.
MAYER, J.D & SALOVEY, P. What is Emotional Intelligence? Emotional Development and Emotional Intelligence. New York: Basic Books, 1997.

Fonte da imagem: Pexels

Atendimento Online

Realize sua orientação ou reorientação de carreira através de atendimento online ou presencial.
Entre em contato através dos telefones:

Consultório 1:
Rua Luminárias, 166 - Vl Madalena
T.(11) 3816-1183
 3031-1460
WhatsApp (11) 93083-0304
Próximo ao Metrô Vila Madalena
 
 
Consultório 2:
Rua Dom Tito Marchese, 17 - Butantã
T.(11) 3813-3484 
3034-6315
WhatsApp (11) 99188-0822 
Próximo ao Metrô São Paulo - Morumbi